Protocolo de Montreal | HCFC's

  • Senai-SP: Primeiras turmas aprovam  e recomendam Curso de Boas Práticas
  • Senai-SP: Primeiras turmas aprovam e recomendam Curso de Boas Práticas

    As primeiras turmas dos Cursos de Boas Práticas em Refrigeração Comercial formadas pela Escola Senai Oscar Rodrigues Alves, no final de novembro, mostram que o curso está sendo muito bem recebido pelos alunos, tanto pelos conteúdos técnicos, como pela forma como os professores-multiplicadores passam os conhecimentos.

     

    O professor Edvaldo do Carmo Blanco, que formou a 1ª Turma da escola, dia 24 de novembro, verificou na prática a eficácia do curso e a aprovação dos alunos. “Considero fantástico esse projeto. O curso traz bastante informação, de forma prática, e consegue tirar várias dúvidas, inclusive de profissionais experientes. Uma das novidades mais comentadas pelos alunos é a nova metodologia de diagnosticar vazamentos com nitrogênio e hidrogênio, quando normalmente os técnicos usam só nitrogênio”, afirma.

     

    Alunos aprovam

     

    Confira abaixo alguns depoimentos de alunos da 1ª. turma formada pelo Senai Oscar Rodrigues Alves:

     

    Alexandre Barros,  dono da Tecnobarros

     

    “O curso de Boas Práticas é muito importante. Gostei muito. Ele vai ajudar inclusive a minha empresa que eu quero que atue no capitalismo sustentável. Eu quero mostrar que eu trabalho corretamente, agregando valor ao meu negócio. Já coloquei até a marca do curso na minha apresentação. Mesmo trabalhando na área faz tempo (atuou oito anos no McDonald’s), aprendi muito no curso, como manusear ainda melhor a recolhedora de fluídos, que parece fácil, mas não é. Além disso, achei ótimo esse novo método de detecção de vazamento com nitrogênio e hidrogênio. E, ainda, o professor falou do método que detecta vazamento de 5 gramas anos, que é muito eficiente. Eu já estou, inclusive, recomendado o curso para outros amigos que, como eu,  têm empresas na área.”

     

     

     

     

    Thiago Rodrigues Lima, da Lucas Maq

     

     “Gostei muito do curso. Nunca tinha visto o sistema com nitrogênio e hidrogênio, pra mim foi uma novidade. Aprendi muitas coisas, que serão muito úteis, pois pretendo atuar cada vez mais nessa área. Desde jovem trabalho com refrigeração doméstica, na empresa da minha família, e fiz esse curso com objetivo de ampliar meus conhecimentos na área de refrigeração, na qual já executo alguns trabalhos. Quero ampliar meus trabalhos nessa área”.

     

     

     

    Wilson Marques Evangelista dos Santos, 30 anos, que há dez anos atua como técnico em climatização e refrigeração.

     

    “De zero a dez. Dou dez para esse curso. É nota máxima. Gostei muito da parte que fala do meio ambiente, da consciência que nós precisamos ter sobre o descarte de fluídos. Ficamos chocados com a quantidade de fluidos que é desperdiçada pelos nossos supermercados. Com esse treinamento, reforça meus argumentos para tentar conscientizar as empresas para as quais trabalho. Posso falar com os donos, os padrões para não descartar dessa forma. Eles que mandam, mas podemos informá-los dos riscos para o meio ambiente.”

     

     

    Samuel Gonçalves de Azevedo, 31 anos, estudante, aluno do 1º ano do curso técnico de Refrigeração Comercial

     

    “Eu vim para o Senai com um objetivo. Eu me informei antes de ingressar nestes cursos com amigos da área de refrigeração e ar condicionado e sei que estou no caminho certo para evoluir na minha carreira. Gostei do curso, tudo pra mim foi novidade, mas o que eu mais gostei foi a conscientização sobre os efeitos dos gases no meio ambiente, no aquecimento global. Eu sabia dos problemas do gás CO2, mas não tinha a mínima noção de tudo isso. Essas informações, junto com o curso técnico que eu estou fazendo, vão me ajudar a trabalhar nessa área."

     

     

     

     

    Leoné Gomes da Silva, técnico refrigerista, que atua há dois anos no Shopping Ibirapuera

     

    “Gostei muito das informações do curso, que será ótimo para minha carreira. Onde eu trabalho tem todos os equipamentos e nós recolhemos os gases, mas agora tenho mais conhecimentos dos procedimentos corretos. A empresa que trabalho é muito consciente e incentiva que façamos esse curso e outros (inclusive pagando cursos técnicos de refrigeração e ar condicionado no Senai). Quando gostamos do curso um indica para o outro. De lá já são três funcionários que estão fazendo esse curso de Boas Práticas. Meu objetivo é aprimorar cada vez mais meus conhecimentos na área de refrigeração comercial e de ar condicionado.”

     

     

    Vanderlei Duilio da Silva, auxiliar técnico na área de climatização, que fez o curso para evoluir na carreira, podendo futuramente atuar na área de refrigerados.

     

    “O curso dá informações de fatos que nós não tínhamos nem noção que existiam (efeito do HCFC para ampliar o buraco na camada de ozônio do Planeta). A preocupação dos organizadores do curso com a preservação do meio ambiente é admirável. O curso mostra pra gente que o técnico refrigerista também tem de ter essa preocupação, fazendo seu trabalho com eficiência. Nós também somos responsáveis pela preservação do meio ambiente.”

     

    Realização

     

    Os cursos são implementados no âmbito do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH) pela Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ), sob coordenação do Ministério do Meio Ambiente e com o apoio da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Os cursos têm como objetivo conscientizar os técnicos sobre o manuseio correto e a redução de vazamentos do HCFC– 22.  Os HCFCs são gases (fluídos frigoríficos), que devem ter seu uso eliminado pelo Brasil até 2040 (até 2020 a redução de consumo será de 35%).

     

    Fonte:  Sete Estrelas Comunicação

Mais notícias