Protocolo de Montreal | HCFC's

  • Cursos de boas práticas em refrigeração comercial apoiam capacitação de profissionais no Rio Grande do Sul
  • Cursos de boas práticas em refrigeração comercial apoiam capacitação de profissionais no Rio Grande do Sul

    Parceria entre MMA, GIZ, Senac, Senai, Abras e Agas dá bons resultados. Supermercadistas percebem que precisam capacitar melhor seus técnicos em refrigeração

     

    Reduzir o consumo e, principalmente, o vazamento do fluido frigorífico HCFC-22 nos sistemas e equipamentos de refrigeração em supermercados é uma prioridade, ainda mais hoje em que o preço desse fluido está subindo a cada dia, onerando as empresas. É por isso que entidades importantes como o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a  Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, o Senac-RS, o Senai-RS, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), e a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) juntaram forças para atrair cada vez mais profissionais do setor para que façam esses cursos de boas práticas e, assim, evitem vazamentos desse fluido na atmosfera. 

     

    “Já capacitamos 240 profissionais em boas práticas na operação, manutenção e reparo de sistemas de refrigeração e ar-condicionado de supermercados, e, para este ano, temos programadas duas turmas (de 15 alunos) por mês, de março a agosto, sempre contando com a importante parceria da Agas para que mais profissionais de supermercados frequentem esses cursos”, informa Marta Maria Brackmann, técnica de nível superior do Núcleo de Educação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul (Senac-RS).   

     

    Apesar dos cursos, que são realizados no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Rio Grande do Sul  (Senai-RS), serem gratuitos e com uma carga de dia e horário bastante acessível aos profissionais de supermercados, ainda é necessário um grande esforço para  fazer com que eles frequentem os cursos e, por isso, a parceria Agas-Senac-Senai é tão importante.

     

    Segundo Angelita Garcia, coordenadora de capacitação da Agas, no início dos cursos, em 2014, a procura pelos profissionais foi ínfima. “Não havia entre os supermercadistas a cultura de ações preventivas, não havia foco na gestão de boas práticas em rotinas de refrigeração. Mas, aos poucos, as turmas foram tomando corpo e hoje embora ainda estejamos evoluindo, já podemos considerar que houve uma evolução importante do número de participantes. Creio que a legislação e a sensibilização deste tema junto aos profissionais que atuam nesta área estejam mais presentes e, com isso, a adesão está sendo gradativa e a conscientização de que esta regra e conduta vieram para ficar, certamente faz com que a procura seja crescente a cada turma que abrimos a agenda para realização do curso”, diz.

    A Agas, que divulga os cursos por meio do seu site e de folders (ver ilustração), está programando para maio uma turma de alunos que fará a parte teórica do curso na sua própria sede e, depois, finalizará o curso, na unidade do Senai.

     

    Vantagens

     

    Para Angelita, da Agas, são inúmeras as vantagens de se fazer esse curso:  “Os profissionais ganham  muito em conscientização, percebendo a importância e responsabilidade que têm no dia a dia do exercício do seu trabalho, tanto na questão da economia que o controle preventivo promove para a loja/empresa até o benefício para o meio ambiente e a sociedade. “Sabemos que é fundamental alinharmos a responsabilidade ambiental com a sustentabilidade do negócio. E a gestão de boas práticas no sistema de refrigeração traz diversos benefícios para os supermercados tais como: Economia no consumo de energia;  Longevidade para os equipamentos; Controle nos serviços de manutenção por equipamento e linhas de refrigeração; Ações preventivas que dão oportunidade de resolvê-las antes e com um custo de manutenção menor, entre outras.”

     

    O professor de refrigeração e climatização do Senai-RS, Vinicius da Rosa Pepe, também reforça a valorização e conhecimento dos profissionais que participam dos cursos de boas práticas. “No curso os participantes aprendem a manusear ferramentas que muitos não conhecem, com isso podem aperfeiçoar o trabalho e minimizar a perda de fluidos refrigerantes nos procedimentos dos sistemas de manutenção. Aprendem também  métodos simples e fáceis de serem aplicados. Os alunos saem bem satisfeitos com o conhecimento e a receptividade é muito positiva”, diz.

     

    Os alunos confirmam essa satisfação, como é o caso do mecânico de refrigeração Endresom Moreira da Silva, que fez o curso no Senai-RS  no final do ano passado. “O conteúdo do curso é bem informativo e interessante. Aprendi uma forma de recolhimento do gás de maneira mais sustentável, que me possibilitou técnicas para otimizar meu trabalho. Aguardo os próximos cursos, porque gostei bastante”, diz o profissional que atua em sistemas de refrigeração comercial há mais de 8 anos.  Diego Vineton Fraga Pinto, que trabalha há seis anos como mecânico de refrigeração, concorda com seu colega de curso: “Gostei bastante do curso. Passou-me muito conhecimento técnico que não tinha para trabalhar com a recolhedora. Também conheci ferramentas novas para me auxiliar no dia a dia da minha profissão”, disse.

     

    Profissionais que atuam em ar condicionado também estão realizando os cursos. Nilton Luis Batista Calegari, instalador de ar-condicionado, afirma que o curso abriu novas oportunidades para sua carreira: “Gostei bastante do curso porque nos passou técnicas importantes e que antes eram desconhecidas para mim. Inclusive tive o conhecimento até de ferramentas para trabalhar de forma mais adequada na minha profissão. O curso foi de grande valia, abriu bastante os meus horizontes, e me deixou mais especializado para trabalhar nessa área”, diz.

     

    Desafio

     

    O professor Pepe, que é engenheiro mecânico pela Universidade Federal do Rio Grande, e atua na área de refrigeração há 16 anos, sendo atualmente técnico em refrigeração pelo Colégio Industrial do Rio Grande,  revela que ainda é necessária a conscientização dos empresários do varejo para essas boas práticas que visam a redução do HCFC-22. “A grande dificuldade no momento é a empresa, porque muitos profissionais se capacitam, voltam com uma nova visão, e a empresa continua com as mesmas ações. É necessária uma mudança cultural na gestão das companhias, é necessário que os empresários se atentem para as boas práticas na refrigeração, que trazem benefícios para todos:  meio ambiente,  funcionários e para o próprio estabelecimento”, diz.

     

    É importante destacar que os cursos de Boas Práticas em Refrigeração Comercial são implementados no âmbito do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH) pela Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ), sob coordenação do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e com o apoio da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Os cursos têm como objetivo conscientizar os técnicos sobre o manuseio correto e a redução de vazamentos do HCFC– 22.  Os HCFCs são gases (fluidos frigoríficos), que devem ter seu uso eliminado pelo Brasil até 2040 (até 2020 a redução de consumo será de 35%).

     

    Confira aqui as datas dos próximos cursos na Escola Senai Visconde de Mauá em Porto Alegre

     

     

    MARÇO:         5 a 19 / 03 / 2016     (SÁBADO)      

                           7 a 14 / 03 / 2016      (NOITE )                     

     

    ABRIL:             2 a 16 / 04 / 2016     (SÁBADO)      

                 7 a 14 / 04 / 2016     (NOITE )

     

    MAIO:               7 a 21 / 05 / 2016      (SÁBADO)      

                             9 a 16 / 05 / 2016      (NOITE)

     

    JUNHO:             4 a 18 / 06 / 2016    (SÁBADO)

                              6 a 13 / 06 / 2016     (NOITE )                     

     

    JULHO:             2 a 16 / 07 / 2016     (SÁBADO)                              

                              4 a 11 / 07 / 2016     (NOITE )                     

     

    AGOSTO:           6 a 20 / 08 / 2016    (SÁBADO)                              

                               8 a 15 / 08 / 2016    (NOITE )                     

     

    Serviço:

     

    Inscrições e mais informações sobre os cursos:

     

    Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) do Rio Grande do Sul       

    Marta Maria Brackmann  - Telefone: (51) 3284-1922
     

    Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Rio Grande do Sul

    Gerson Paz Teixeira  - Telefone: (51) 3904-2616

     

    Associação Gaúcha de Supermercados – AGAS                                                

    Telefone: (51) 2118-5200  -  e-mail: cursos@agas.com.br

Mais notícias