Protocolo de Montreal | HCFC's

  • Professores são capacitados para ministrar Cursos de Boas Práticas em Sistemas de Ar Condicionado no Centro-Oeste
  • Professores são capacitados para ministrar Cursos de Boas Práticas em Sistemas de Ar Condicionado no Centro-Oeste

    A partir deste mês de fevereiro os Cursos de Boas Práticas em Sistemas de Ar Condicionado do Tipo Janela e Mini-Split já começarão a ser ministrados para técnicos de refrigeração e climatização nas unidades Senai do Distrito Federal, e nos estados de Goiás e Mato Grosso, contemplando a região Centro-Oeste do país.

     

    Na semana de 29 de janeiro a 2 de fevereiro ocorreu com sucesso a capacitação de 9 professores (sendo 5 do DF, 3 de Goiás, e 1 de Mato Grosso).

     

    O “Treinamento dos Treinadores” foi realizado no Senai – Distrito Federal- Unidade Taguatinga, em Brasília. Para Janaína Braga D´Almeida, diretora da unidade, a oportunidade de realizar esses cursos, com foco nas boas práticas, é muito importante para o Senai-DF porque eles se integram aos programas da escola voltados para sustentabilidade. “Esses cursos se encaixam muito bem nos nossos propósitos e vêm até a cobrir uma lacuna, porque ainda não tínhamos nada parecido na área de refrigeração e climatização, com todo conhecimento sobre as boas práticas ambientais. Para nós essa parceria com a GIZ e o Ministério do Meio Ambiente é muito importante”, afirma.

     

    Esses cursos fazem parte da Etapa 2 do Programa Brasileiro de Eliminação dos HCFCs (PBH), sob a coordenação do Ministério do Meio Ambiente, que inclusive enviou um membro da Coordenação-Geral de Proteção da Camada de Ozônio para participar do Treinamento dos Treinadores realizado no Senai, o analista ambiental Frank Amorim.

     

    “Foi muito bom poder compartilhar dessa capacitação com os instrutores do Senai e perceber o quanto o conteúdo dos cursos, organizados por nós em parceria com a Cooperação alemã para o Desenvolvimento, a GIZ, acrescenta de informação, mesmo para profissionais tão bem preparados”, afirma Amorim.

     

    Mesmo participando de todos os projetos no âmbito do Protocolo de Montreal desde 2009, Amorim pode constatar na prática a importância da troca de informações realizada na implantação desses cursos em todo o Brasil. “O mercado de refrigeração e climatização evoluiu muito no país e precisamos ampliar a qualidade também de nossos técnicos para que os serviços de manutenção ocorram seguindo as boas práticas e com maior conscientização ambiental. Nessa capacitação, pude ter a certeza que estamos conseguindo atingir esses objetivos com esse curso. Todo o conteúdo foi muito bem avaliado pelos instrutores.”

     

    Na Etapa 2 do PBH serão capacitados um total de 9.238 técnicos em cursos de boas práticas em sistemas de ar condicionado e refrigeração comercial e em cursos para uso seguro e eficiente de fluidos alternativos de baixo GWP. Em todo o Centro-Oeste devem ser formados 1.200 alunos até 2020. Ao todo está previsto o treinamento de 300 técnicos no Distrito Federal, 400 em Goiás e mais 500 em Mato Grosso. 

     

    Além dos cursos no Distrito Federal, Mato Grosso e Goiás, que devem começar no decorrer das próximas semanas, já foram iniciados os cursos de treinamento nos estados de São Paulo e Salvador, e a partir de abril serão realizados nos estados do Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

     

    Os cursos do tipo Treinamento dos Treinadores são organizados pela consultora da GIZ Stefanie von Heinemann, e ministrado em conjunto com o instrutor e consultor da GIZ, Eduardo Gusmão. Segundo Stefanie, a próxima etapa do Treinamento dos Treinadores acontecerá na região sudeste do País para os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Já nas regiões Sul e Norte, esta capacitação deverá ocorrer nos meses de março e abril respectivamente, para a capacitação de instrutores dos estados do Amazonas, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

     

    Mais informações sobre os cursos no:

    Distrito Federal: Luciana Coelho, Tel: (61) 3353-8710

    Goiás: Valdison de Morais, Tel: (62) 3235-8127

    Mato Grosso: Rejane Carvalho, Tel: (65) 3611-1532

Mais notícias